Warning: Division by zero in /home/ft8co671/public_html/templates/ajt005_j30/functions.php on line 31

Música sertaneja é a preferida dos brasileiros durante faxina

Imprimir
Categoria: Assuntos variados Escrito por FT8 - O Canal 8 de notícias.
Bookmark and Share

Pesquisa Global de Aspiradores de Pó Electrolux 2013 mapeou o uso do aspirador de pó em 23 países.

O estudo mostra as preferências dos consumidores, opiniões, sentimentos e o que os agradam durante a faxina. Além disso, o material traz dados curiosos, como as atividades simultâneas e trajes preferidos. Globalmente, foram entrevistadas 28 mil pessoas. Confira alguns destaques da pesquisa:

  • Durante a atividade, 36% dos usuários no mundo também escutam música simultaneamente.
  • O Brasil segue a tendência global, contudo, acima da média, já que 63,6% da população ouve música enquanto utiliza o aspirador de pó.
  • Outros 6,6% dos brasileiros, além de ouvir a música, ainda arriscam alguns passos e afirmam dançar enquanto utilizam o aspirador.
  • Em contrapartida, entre os japoneses, apenas 8,3% afirma ouvir música, o menor percentual entre os países pesquisados.
  • No Brasil, entre os que preferem ouvir música, os ritmos campeões na escolha para acompanhar o aspirador de pó são a música sertaneja (13,4%), o Pop (13,1%) e o Rock´n Roll (12,2%).
  • Contudo, os brasileiros comprovaram que são um povo eclético, 22,2% responderam que ouvem uma mistura de diversos ritmos.
  • Apenas 1% da média global dos entrevistados afirma que o aspirador de pó em sua casa é operado por um empregado doméstico. No Brasil, essa média é cinco vezes maior.
  • A maioria dos Brasileiros (35,8%) aspira sua casa apenas uma vez por semana e outra grande parcela (24,4%) entre duas e cinco vezes por semana.
  • 11,4% dos brasileiros se sentem saudáveis depois de usar o aparelho.
  • Brasileiro é um dos campeões entre os usuários que passam mais tempo utilizando o aspirador de pó: 78,7% dos entrevistados ultrapassam os 30 minutos chegando até a 4 horas.
  • Por outro lado, os mais apressados são os asiáticos. A maioria da população de japoneses e sul-coreanos, 68,2% e 67,6%, respectivamente, contam que nunca ultrapassam 30 minutos utilizando o aparelho.
  • Durante a compra, brasileiros, ao lado dos portugueses, são os que mais observam o consumo de energia elétrica do aspirador de pó entre todos os outros países ouvidos: 13,9% dos entrevistados nos dois países. Bem acima da média global que é de 5%.
  • A maioria dos brasileiros (65,1%), bem acima da média global, preferem aspirar o lar pela manhã. Em geral, os latinos mostram-se mais animados pela manhã, enquanto os países nórdicos – Suécia (11%), Dinamarca (10,7%) e Noruega (10,1%) – são os menores percentuais de adeptos ao período.
  • Já a China é campeã de uso no período noturno, em que maioria (27,8%) coloca seus aspiradores de pó para trabalhar.
  • Durante a tarefa, roupas casuais são as campeãs na média global (69%) e ainda mais entre os brasileiros (72,5%).
  • Já para os sul-coreanos, a maioria (75,9%) prefere trajes esportivos para aspirar o lar.
  • Alguns países preferem, ainda, mais conforto na escolha da roupa: 13,5% dos colombianos preferem apenas underware ou nada.
  • 2% dos brasileiros, a maioria dos entrevistados, afirmam que após aspirar suas casas sentem-se satisfeitos com o resultado, um percentual acima da média global, que é de 30%. Número que confirma a fama de que brasileiro gosta de manter a casa sempre limpa.
  • A pesquisa também mostra que o brasileiro é um dos países com o maior percentual de residências com apenas um aspirador de pó (87%) ficando atrás apenas da Colômbia (92%). Países como o Canadá (44%) e os Estados Unidos (43,1%) são os campeões entre aqueles com mais residências que possuem dois ou mais aparelhos.
  • O aspirador de pó dos sonhos da maioria dos brasileiros que responderam a pesquisa (38,2%) são os verticais e que oferecem liberdade sem fio, ou seja, aparelhos com bateria.

Países pesquisados: Alemanha, Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, Chile, China, Colômbia, Coreia, Dinamarca, Estados Unidos, Finlândia, França, Inglaterra, Japão, México, Noruega, Polônia, Portugal, Rússia, Suécia, Tailândia e Turquia.