Warning: Division by zero in /home/ft8co671/public_html/templates/ajt005_j30/functions.php on line 31

Só Para Maiores

Imprimir
Categoria: Assuntos variados Escrito por FT
Bookmark and Share



Rede social para trair

Em apenas três meses o site de relacionamentos Ashleymadison já conseguiu cerca de 150 mil brasileiros inscritos e identificou o perfil dos que traem.

asheley/divulgação

Estreou no dia 15 de agosto de 2011 a versão brasileira da rede social Ashleymadison. Considerado o maior site de relacionamentos extraconjugais do mundo, o Ashley conta com uma base de mais de 11 milhões de usuários. A propaganda do portal já diz tudo “... para gente casada que quer ter um caso discreto”. 

As opções da rede já começam apimentadas. Ao se inscrever o usuário deve informar se é comprometido e o que procura. O perfil é mantido em sigilo, já que, são usados apenas apelidos. Entre algumas das opções de busca estão peso, altura, tipo físico e cor dos olhos. O sistema é inteligente e da indicações de compatibilidade. 

 
Recordes de acesso
 
Em apenas três meses, o Ashleymadison conseguiu cerca de 150 mil brasileiros inscritos. O lançamento foi considerado um recorde pela empresa. Em entrevista o presidente da empresa Noel Biderman afirmou que a meta para o próximo ano é chegar a um milhão de membros inscritos. "O Brasil já mostrou o seu enorme potencial de crescimento logo nos primeiros dias do site no país." completa. 
 
Só em São Paulo, em 10 dias foram registradas 53107 visitas, ultrapassando a cidade de Nova Iorque(EUA) que registrou a média de 41203 usuários.
 
Perfil da Brasileira que trai/ Divulgação
Entre as brasileiras presentes na rede, a empresa identificou o perfil das que traem. São casadas por sete anos, pesam em média 53 Kg, têm 33 anos de idade e são executivas em sua maioria. 
 
Já os homens tem em média 42 anos de idade, 1,78m de altura, dois a três filhos, preferem mulheres mais novas entre 20 e 30 anos,  pesam 80 Kg, encontram regularmente suas amantes no motel e traem para sair da rotina. 
 
O cadastro no serviço é gratuito pelo site ashleymadison.com, mas, para os homens terem acesso completo é necessário comprar créditos que custam a partir de R$59. Para as mulheres existe a opção de utilizar os serviços à cobrar, ou seja enviando o pagamento aos respectivos parceiros. 
 
Publicado em http://www.otempo.com.br em 25/10/2011.