Sono é sinônimo de saúde

Bookmark and Share

Durante a noite acontecem processos metabólicos que, se alterados, podem afetar o equilíbrio do organismo.

Manter a saúde em dia exige cuidados com o corpo e a mente, por meio da adoção de uma alimentação balanceada, da prática regular de exercícios físicos e de um sono de qualidade. Ao contrário do que se imagina, dormir representa muito mais do que descansar das atividades do dia-a-dia. Um sono adequado é sinônimo de qualidade de vida.

Segundo a Consultora do Sono da Duoflex, Renata Federighi, enquanto dormimos acontece uma série de processos metabólicos que, se alterados, pode afetar o equilíbrio de todo o organismo a curto, médio ou longo prazo, com sintomas que abrangem desde dores no corpo até o risco do desenvolvimento de problemas mais sérios como, diabetes, doenças cardiovasculares ou gastrointestinais, perda crônica da memória, dentre outros. “É durante a noite que acontece a troca e regeneraçãocelulares, com a liberação do Hormônio do Crescimento (GH), que ocorre, principalmente, nas fases mais profundas do sono. Além do GH, o sono reequilibra o organismo produzindo, também, a serotonina, hormônio responsável pela sensação de prazer, e também impede a acumulação de cortisol, melhorando o humor e a boa disposição”, ressalta.

Mas, o que fazer para atingir um repouso adequado? Renata explica que não há muitos segredos. “O primeiro passo é reavaliar alguns hábitos, dentre eles, a postura correta ao dormir, a adoção do travesseiro certo para cada biótipo, a escolha de um ambiente arejado e com pouca iluminação, fazer refeições leves e equilibradas antes de dormir, e realizar movimentos de alongamento tranquilos antes de ir para a cama”, destaca.

No entanto, se ainda assim as noites de descanso não estão sendo tranquilas, o problema pode estar relacionado a algum distúrbio do sono, sendo indispensável que se busque ajuda médica. “Dificuldade de adormecer ou de permanecer adormecido, dormir em momentos inapropriados ou ter comportamentos anormais durante o sono, precisam ser avaliados, diagnosticados e tratados por um especialista. Procure ajuda e não deixe que esses problemas interfiram na sua vida, no seu dia-a-dia e, sobretudo, na sua saúde”, alerta Renata.

Tags: Saúde , Sono , Bem Estar