O mercado de aplicativos infantis no Brasil

Bookmark and Share

Longe da crise e surfando nas ondas caudalosas do ambiente digital, o mercado de aplicativos cresce em ritmo acelerado no Brasil e o segmento infantil é  um dos destaques.

Os números confirma o sucesso desse mercado que se comporta completamente avesso ao cenário econômico nacional. De acordo com dados publicados pela Nielsen IBOPE no primeiro trimestre de 2015, o número de pessoas que usam internet pelo smartphone no Brasil  chegou a 68,4 milhões.   Esses números representam um crescimento de 10% em relação ao trimestre anterior e demonstram toda a versatilidade do mercado em relação ao cenário externo.  

Desse universo, 15% estão na faixa etária de 10 a 17 anos, o que abrange parte do segmento infantil e demonstra o potencial econômico do mesmo. Um cenário atraente que conta com mais de 38,8 milhões tablets, sendo quase um terço destes(28%) manuseados por crianças . 

Nesse segmento,  os aplicativos preferidos são os educativos e musicais. Entre eles, um dos mais aclamados no Brasil é a Galinha Pintadinha que desponta nos rankings das lojas Google Play e Apple Store.  

Produzido desde 2009 pela 01 Digital, a Galinha Pintadinha é um sucesso estrondoso com mais 50000 downloads mensais. A agência que tem um perfil empreender e inovador produz diversos apps infantis como Patati Patata, Palavra Cantada e Smilinguido. 

De acordo com Roberto Icizuca, diretor de criação da 01 Digital, apesar de vários desafios como variação cambial, um público "desbancarizado" (com pouco acesso ao cartão de crédito) e recessão econômica, o mercado brasileiro de aplicativos infantis é considerado promissor:  

"Bons apps são rentáveis, independentemente do mercado, por isso investimos em qualidade de nossos produtos, no caso, os aplicativos.O Brasil é e será ainda por um bom tempo um dos 5 maiores mercados de apps no mundo. Já somos em quantidade de aparelhos e seremos, no futuro, em receita também." , declara Iczuca.