Warning: Division by zero in /home/ft8co671/public_html/templates/ajt005_j30/functions.php on line 31

10 motivos imperdíveis para visitar Lisboa

Imprimir
Categoria: Turismo e Viagens Escrito por FT8 - O Canal 8 de notícias.
Bookmark and Share

Não é a toa que a capital portuguesa é uma das cidades mais visitadas do mundo.

Lisboa encanta os turistas por conservar sua rica história cultural e, ao mesmo tempo, apresentar novos cenários urbanos trazidos pela modernidade. Seus diversos atrativos turísticos tornam a cidade um convite irrecusável ao lazer, à cultura, à boa gastronomia e a diversão. Conheça agora 10 dicas para programar suas férias e aproveitar tudo o que Lisboa e região oferecem.

1. História

Conhecer o início de tudo e passear pelos acontecimentos que formaram a cidade. Isso é possível por meio do Lisboa Story Centre - Memórias da Cidade, um espaço interativo que conta a história da capital portuguesa desde a sua origem. Os frequentadores podem vivenciar os principais fatos ocorridos na cidade e visitar um teatro de experiência imersiva, no qual é recriado o terremoto ocorrido em Lisboa em 1755, o mais violento já visto na Europa.

2. Diversão

Não há como não se divertir ao conhecer o Oceanário de Lisboa. O espaço abriga um dos maiores aquários do mundo, com 5 mil m³ e 7 metros de profundidade, dividido em diferentes ambientes marinhos (Antártico, Atlântico, Índico e Pacífico), que acolhe cerca de oito mil animais e plantas de aproximadamente 500 espécies. A aventura de alimentar os animais ao lado da mascote do Oceanário, o Vasco, garante a diversão de crianças, jovens e adultos. O local foi considerado pelo Tripadvisor (o maior site internacional de viagens), o segundo melhor oceanário do mundo.

Outro programa que é diversão garantida é visitar o Pavilhão do Conhecimento, um museu interativo de ciência e tecnologia que visa tornar o estudo da Ciência mais acessível para todos, estimulando a exploração do mundo físico e a experimentação. Ambas as atrações estão localizadas no mais moderno bairro lisboeta: o Parque das Nações.

3. Passeios

Um dos passeios mais realizados por quem chega à capital portuguesa é a bordo do tradicional bonde Elétrico 28, que leva os turistas a conhecerem os locais mais interessantes do patrimônio de Lisboa, passando por diversas ruas e bairros que são símbolos do território português. Outro local essencial para aproveitar o clima agradável da cidade é o Parque das Nações. O local, projetado e construído para receber a Expo 98, é um dos mais procurados pelos viajantes que, entre outros passatempos, poderão apreciar a vista abrangente do parque e do rio Tejo a bordo do Teleférico, num percurso de mais de mil metros.

Imperdível também é o Terreiro do Paço, a praça mais importante de Lisboa. O espaço fica próximo ao rio Tejo e possui diversas esplanadas, restaurantes, cafés, discoteca, além de postos de informação turística. Já o mirante do Arco Triunfal da Rua Augusta, aberto pela 1º vez ao público em agosto de 2013, oferece uma visão privilegiada e incomum da cidade, onde se pode observar do alto todo o Terreiro do Paço, além de ver adiante o rio Tejo, a Baixa Pombalina, as ruinas do Convento do Carmo, a Ponte 25 de Abril e outros diversos pontos da capital.

Requalificada recentemente, a Avenida Ribeira das Naus, entre o Cais do Sodré e o Terreiro do Paço, é também uma agradável opção de passeio, lado-a-lado ao rio Tejo.É um espaço mítico na identidade nacional por estar associado à fábrica naval que ali operou e que produziu embarcações de diversos tipos, como as famosas caravelas dos descobrimentos portugueses.

4. Cultura

A parte cultural da viagem fica por conta dos monumentos e museus espalhados por toda a cidade. Entre os monumentos, destacam-se o Mosteiro dos Jerônimos e a Torre de Belém, classificados como Patrimônio Mundial da UNESCO. No que diz respeito aos museus, estão entre os mais destacados o Museu de Arte Antiga, com peças raras e únicas de artistas nacionais e internacionais, o Museu dos Coches, com uma coleção única no mundo, o Castelo de São Jorge, que guarda Lisboa desde o século V e tantos outros com temáticas variadas como design, arte contemporânea, azulejo e outros. Além disso, a cidade possui inúmeros espetáculos que acontecem todos os dias em diversos bairros da capital.

5. Compras

E para aqueles que além da viagem também querem levar um presente para casa ou fazer as suas compras de roupas, acessórios e os mais diversos artigos, Lisboa oferece um extenso comércio de rua, grande variedade de produtos, vários shoppings centers e os principais outlets da Europa. Diversos estabelecimentos de grande qualidade e griffes internacionais em ruas, avenidas e bairros históricos, como a Avenida da Liberdade, a Rua Castilho, o Bairro Alto, o Príncipe Real, a Baixa de Lisboa e o Chiado são os mais movimentados. Lojas, galerias, espaços comerciais e shoppings centers também são ótimas opções para compras, entre eles: Embaixada, Lisbon Shop, El Corte Inglês, Freeport Designer Outlet e Amoreiras Shopping Center.

6. Gastronomia

Degustar os mais variados pratos e especiarias portuguesas e de outras partes do mundo. Este é um dos principais desejos de quem chega a Lisboa. Os turistas não podem perder a oportunidade de conhecer os diversos restaurantes lisboetas. Os profissionais da gastronomia lusitana dedicam práticas tradicionais ou inventivas na composição de uma culinária característica, fina e aprimorada. Esse segmento é parte integrante e fundamental para o cotidiano da cidade, pois se divide entre o ofício de conceituados restaurantes e eventos internacionais da maior relevância. A cena gastronômica apresenta restaurantes de renome internacional, tanto em espaços mais tradicionais, como em locais contemporâneos e alternativos. Outros estabelecimentos oferecem ambientes bem intimistas para um jantar romântico. 

7. Hospedagem

Luxo, sofisticação e conforto. Estes requisitos fazem parte da gama de hotéis espalhados pela cidade de Lisboa, proporcionando o reconhecimento dos turistas e especialistas do ramo hoteleiro que, a cada ano, dedicam aos hotéis da capital portuguesa posições elevadas nos mais prestigiados ranking e sites de turismo. Os lisboetas possuem também os melhores Hostels do mundo, segundo diversos rankings e sites especializados no setor hoteleiro mundial. Os Hostels são locais confortáveis onde o viajante pode dormir, comer e cozinhar, por um preço acessível, mas com parâmetros de qualidade muito elevados, ambientes que ganham notoriedade pelo mundo.

 

8. Vida Noturna

Quando cai a noite Lisboa ferve! Este é o pensamento comum entre os lisboetas e, também, entre os turistas que visitam a capital portuguesa à procura de animação e bons lugares para comer, beber, dançar e se divertir. A vida noturna da cidade é conhecida como uma das mais longas e vibrantes da Europa e do mundo, e ainda conta com um detalhe bem convidativo: tudo só começa a acontecer após às 21 horas.

Locais badalados como o Bairro Alto, Bica, Príncipe Real, Cais do Sodré e Avenida 24 de Julho garantem a diversão e a boa gastronomia para os frequentadores. Além deles, os Bairros de Alfama e Baixa, Santos e as Docas, em Alcântara, concentram restaurantes, bares e casas noturnas, que ficam completamente tomadas em todos os finais de semana, abrangendo todos os gostos e idades.

 

9. Natureza

Para quem gosta de contemplar a natureza, o Parque Florestal de Monsanto é uma excelente opção. O lugar abriga o maior espaço verde da cidade, localizado no coração de Lisboa, com uma área de cerca de 900 hectares. O parque, que possui uma vegetação diversificada, é considerado ideal para a prática de atividades físicas e desportivas. Outro espaço arborizado é o Jardim da Fundação Calouste Gulbenkian, que aproxima os visitantes de diversos aspectos da natureza. O percurso do jardim oferece um lago, um riacho e trilhas por entre os arvoredos, além de um anfiteatro ao ar livre. Já o tradicional Parque Eduardo VII oferece jardins que estendem-se desde o alto de uma colina até a rotunda do Marquês de Pombal, sem nunca perder de vista o rio Tejo e a Avenida de Liberdade.

 

10. Região de Lisboa: Sintra, Cascais, Oeiras, Ericeira, Mafra e Setúbal

Sintra é reconhecida como a região mais romântica de Lisboa. O território foi declarado Patrimônio Mundial como paisagem cultural pela UNESCO. O local apresenta belezas naturais, praias e as diversas opções culturais, como os palácios Nacional da Pena, de Monserrate, Seteais e Quinta da Regaleira, além do Castelo dos Mouros e o Convento dos Capuchos. Outra opção de passeio é caminhar pela areia e tomar banho de sol nas mais belas praias da região, como a Praia Grande e a Praia das Maçãs.

Cascais é um local de descoberta obrigatória. Romântica, cosmopolita, plena de animação e com um caráter único, traduz da melhor forma a apresentação da região de Lisboa ao mar.

Já em Oeiras, o turista encontrará cultura e locais aprazíveis para esportes e lazer, além de um dos melhores exemplares da casa senhorial portuguesa do século XVIII, o Palácio do Marquês de Pombal.

 Outro local para se conhecer é a Ericeira, considerada reserva mundial de surf e ideal para férias na praia. Com águas limpas e ricas em sais minerais, o lugar tem praias de excelente qualidade, ideais para o surf, bodyboard e skimming.

Em Mafra, encontra-se um dos mais grandiosos monumentos de todo o mundo: o Palácio Nacional de Mafra, sendo o mais importante fruto do barroco português. Os seus 40 milm2 demoraram 27 anos para serem construídos, tendo sua conclusão em 1744. Outro destaque fica por conta da vastíssima biblioteca existente no local.

Por fim, Setúbal contém em si uma diversidade natural, de paisagens e ambientes privilegiados pela presença do mar. O seu território é rico em atrações naturais e culturais, praias inesquecíveis, dois estuários, montanha, pura vegetação e a tranquila planície do interior.

 

Fonte: www.visitlisboa.com

 

Tags: Turismo